Gestão do Conhecimento

Gestão do conhecimento

 

Você já parou para pensar na quantidade de informação que é gerada diariamente em uma empresa? Todos os processos realizados em uma organização são fontes de informação necessárias para o bom funcionamento do negócio e assim, garantir a competitividade da empresa.

Mas… O que fazer com toda essa informação? Como organizá-la? Como mantê-la de fácil acesso para todos? Para isso, utilizamos a Gestão do Conhecimento, que se baseia em colaboração entre pessoas, compartilhamento de melhores práticas, documentação e padronização de processos

Definição

A Gestão do Conhecimento (GC) é o processo sistemático de documentar, armazenar, comunicar e aplicar todo esse conhecimento aos vários processos da sua organização. Ela pode ser definida em seu sentido mais amplo como o processo de criar, compartilhar, usar e gerenciar o conhecimento de uma organização.

A GC nada mais é do que disponibilizar a informação certa para as pessoas certas. Trata-se de garantir que tudo o que a empresa precisa para operar está documentado e passível de treinamento, de modo que  os processos realizados na organização não estejam apenas na cabeça das pessoas responsáveis pelos processos, é necessário a padronização dos mesmos para que através de treinamentos, outras pessoas consigam executar aquele determinado processo. 

Objetivo

A Gestão do Conhecimento tem alguns objetivos principais, são eles:

  • Capturar informações através da documentação;
  • Tornar acessíveis informações, processos;
  • Compartilhar as melhores práticas dos processos, ajudando a encontrar melhorias;
  • Facilitar o treinamento;
  • Incentivar a geração de conhecimento;
  • Aumentar a competitividade da organização através da valorização de seus bens intangíveis.;

Pilares

Podemos definir três pilares que sustentam a Gestão do Conhecimento:

  • Processos: é através de processos que as pessoas obtêm as informações que precisam, quando precisam.
  • Pessoas: a criação, disseminação e utilização de conhecimentos é feita por pessoas, pois conhecimento está nas pessoas, é criado pelas pessoas, é utilizado pelas pessoas.
  • Tecnologia: ajuda a conectar as pessoas e as conectá-las com informações e dados que precisam.

Gestão do Conhecimento x Gestão de Processos

Os processos têm um papel muito importante nas organizações: são uma forma estruturada de registar o conhecimento, sendo então, o caminho mais eficaz de se obter um produto. É importante notar, que os processos e o fluxo de conhecimentos não podem ser separados, já que conhecimento está presente durante todo o fluxo do processo. 

Hoje, a capacidade de criar e utilizar o conhecimento é uma maneira de garantir a vantagem competitiva de uma organização. As frequentes mudanças no mercado forçam as empresas a utilizar cada vez mais o conhecimento para agregar valor a seus produtos e serviços. É essencial então, que o conhecimento seja administrado como qualquer outro capital dentro da organização.

Ao realizar o mapeamento e registro dos processos, parte do conhecimento do trabalho, que está contido na experiência dos funcionários que o executam, passa a ser registrada e codificado. Assim, o registro dos processos possibilita a disseminação do conhecimento, acelerando o aprendizado, facilitando o treinamento e entendimento, minimizando sua perda com a saída dos funcionários. 

Ao combinar gestão do conhecimento e gestão de processos conseguimos aproveitar todo o conhecimento disponível na organização, além de alcançar mais resultados (alavancando a produtividade) e ao mesmo tempo aprimorar os processos e aprendizagem organizacional (já que tudo está documentado). Com esse uso combinado, fica mais fácil de compartilhar melhores práticas dos processos (ajudar a encontrar melhorias) e facilita muito o treinamento dos funcionários.

O processo da Gestão do conhecimento passa por quatro etapas: 

  • Captura: registro e codificação do conhecimento.
  • Mobilização: compartilhamento e disseminação.
  • Aplicação do conhecimento: utilização do conhecimento para obter vantagem competitiva.
  • Inovação: criação e renovação de conhecimento.

Tendo em vista tudo o que foi falado nesse artigo, com a Gestão do Conhecimento podemos gerar diversos resultados, entre eles os mais relevantes são: maior agilidade na gestão, maior eficácia na tomada de decisão, ganho de vantagem competitiva, facilidade em prever dificuldade e tornar possível evita-las e capacidade de detectar oportunidades e aprová-las.